JUNTANDO LETRAS

Nascemos sozinhos, morremos sozinhos, mas somente juntos podemos construir uma vida .

Textos


CARTA A UM AMIGO

Como já dizia o poeta, amigo é coisa pra se guardar, do lado esquerdo do peito...
Mas amigo, amigo mesmo, é aquele que está presente em todas as horas, sejam elas necessárias ou desnecessárias...As horas necessárias são aquelas em que precisamos de apoio, de aconchego, de um ombro para deitar nossas mágoas, de um coração que vibra no compasso do nosso, de um olhar carinhoso, de afeto, de um aperto de mão...
As horas necessárias são aquelas em que precisamos ouvir alguém nos dizer não, com amizade, com respeito; São aquelas horas em que diante de nossas lágrimas encontramos um abraço despretensioso, afetuoso, mãos que seguram fortes a nossa, perto ou longe, a nos dizer: ESTOU AQUI!
São horas em que nosso chão se abre, mas, do nada, escutamos um oi, um trim, um dim don e lá está ele, pronto para nos ouvir, para nos ajudar.

Pra amigo a gente não pede nada, ele simplesmente se doa, se dá...

Quando não houver saída, quando não houver mais solução, ainda há de haver carinho, ainda há de ter um coração...

Sempre há esperança quando temos amigos.

É muito bom sabermos que Deus nos permitiu escolher cada um deles. Eles me escolheram e eu os escolhi.

Existem também as horas desnecessárias, e porque não dizer supérfluas, mas isso não está certo... Todas as horas são necessárias, fazem parte de nossa vida, da natureza de cada um de nós...

Essas horas são as que discordamos de algo: Ah! que achamos o namorado de nosso amigo feio, sem graça...

Quando brigamos por causa do time de futebol ou porque o azul é mais bonito que o amarelo...

Caramba, eu quis ser advogado, não quero ser médico!Pára de se meter em minha vida!

Não quero pop, quero rock!

Não quero assistir este programa, mas a casa é sua né?

Você é um chato, sabia?

Enche minha pobre paciência com suas Inseguranças... Acorda pra vida!

Mas, hei, hoje preciso de sua ajuda... Você pode me ouvir?

Desculpe se te chamei de chato... Você não é chato, eu é que sou intolerante...

Vamos conversar?

Ah, semana que vem tem um programa novo pra fazermos. Quer ir?

Veja que foto legal... Éramos mais elegantes... Éramos muito loucos!

Ah, que desenho maneiro... Que filme legal tá passando... Li um livro e vou te emprestar, adorei a história.

Hei, amigo, vamos orar juntos?

Será que você está me ouvindo? Estou te atrapalhando?

Amigo, adoro você!

Sem você nada sou...sem você meus dias são tão menores...

Amigo, te agradeço por todas as horas, por todos os minutos, por todas as brincadeiras, por todas as broncas, por todos os momentos que passamos juntos e até mesmo aqueles virtuais.

Que bom que você está aí agora, lendo tudo isso aqui. Porque, daqui, estou te mandando um abraço enorme: Menor que a Lua, menor que o céu, mas um verdadeiro e grande abraço que vem lá do fundo de meu coração e é do tamanho do meu amor. Sabe por que?

O meu amor por você é do tamanho do meu coração.



Obrigada amigo(a)



MEG KLOPPER
Enviado por MEG KLOPPER em 07/08/2007

Música: Em algum lugar - Instrumental

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Enviando um e. mail solicitando autorização.). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras